Todo começo de um empreendimento é repleto de desejos e sonhos, dúvidas e muita empolgação. Antes de iniciarmos pra valer as atividades e dizermos ao mundo que abrimos as portas, somos tentados a queimar etapas e pensar em planos de expansão da empresa, abertura de filiais e um faturamento gordo antes mesmo de fechar um mês. Nada disso é, essencialmente, ruim, mas manter os pés no chão pode aumentar suas chances de não descuidar do básico.

“A diferença entre o remédio e o veneno é a dose”. Controlar a empolgação não significa proibição de sonhar, significa apenas atentar-se sempre ao básico – seguir o planejamento financeiro, ganhar clientes, criar e alimentar uma cultura empresarial – e saber que mesmo na hora de arriscar, deve-se arriscar dentro de margens aceitáveis.

Parece óbvio, porém mesmo com tanta informação disponível na internet, livros e eventos de apoio ao empreendedor, diversos negócios não se mantém por falta de cuidado com as coisas mais básicas (experiência própria).

No livro entitulado “Excelência acima de tudo (A Passion for Excellence - título original), de Tom Peters, em que o autor defende que o ponto chave para o sucesso de algumas grandes empresas é não descuidar do básico. Não se trata de um contexto de empresas incipientes, contudo, se vale para o McDonald´s e para Disney, dificilmente não valerá para o seu negócio.

É muito fácil se perder nos seus próprios sonhos e nas fabulosas histórias de sucesso que pipocam na internet, mas lembre-se sempre da importância das coisas básicas.

Trabalhe muito. Sonhe. E jamais descuide do básico.

 

Por Márcio Mota